Divinópolis registra 566 novas vagas de emprego no mês de julho


Pelo segundo mês consecutivo os Serviços, o Comércio, Indústria e Construção Civil demonstraram elevações na criação de emprego formal

De acordo com relatório apresentado pelo Instituto Vitaltec à CDL Divinópolis, com base nos dados do Caged, Divinópolis registrou saldo positivo na criação de postos de trabalho pelo terceiro mês consecutivo, com 2.631 admissões, 2.056 desligamentos, contabilizando um saldo 566 novas vagas.

Em relação ao mês de junho houve uma variação de 54% e em relação a julho de 2020, 141%. “Tal resultado demonstra o processo gradual, porém lento, de recuperação do mercado de trabalho do município. Desde maio nota-se um aumento contínuo na taxa de crescimento das admissões em relação aos desligamentos resultando, assim, num crescimento no saldo de empregos criados”, explica o economista da Vitaltec, Leandro Maia.

 

Mais de 3 mil novos postos somente em 2021

Nos primeiros sete meses de 2021, os resultados também são positivos pois a cidade gerou saldo acumulado de 3.039 postos de trabalho criados, resultante de 26.029 admissões e 22.990 demissões.

Analisando os setores de atividade econômica, em comparação ao mesmo período do ano passado, nota-se também que há uma recuperação dos principais setores econômicos do município. Pelo segundo mês consecutivo os serviços, comércio, indústria e construção civil demonstraram elevações na criação de emprego formal.

 

Comércio fica em segundo lugar na criação de novas vagas em 12 meses

Outro fato importante observado em julho foi a recuperação da indústria, que em 12 meses gerou 1.266 novas vagas, tornando-se o segmento que mais contribuiu para a geração de empregos formais na cidade. Em segundo lugar ficou o comércio com 1.215 vagas criadas, seguido pelos serviços 901, construção 390 e agropecuária 26.

O maior número de vagas abertas em doze meses na cidade foi destinado às pessoas com grau de instrução que vai do ensino médio até superior completo. Este cenário mostra que as pessoas com baixos níveis de qualificação estão tendo maior dificuldade em se realocar no marcado de trabalho formal, continuando sem ocupação ou permanecendo no mercado informal.

 

Jovens e homens se destacam na contratação

Analisando os extratos etários, nota-se que as pessoas em idade economicamente ativa foram diretamente afetadas pela eliminação de vagas de trabalho no último ano. A maior parcela de vagas criadas foi no intervalo de 17 anos até 24 anos.

No município, de julho de 2020 até julho de 2021, houve um saldo de 2.131 vagas criadas para os homens e 1.667 vagas destinadas às mulheres.

As mulheres com idade acima de 25 anos e com baixa escolaridade retratam o perfil das pessoas mais atingidas pela crise que afeta o mercado de trabalho de Divinópolis e do Brasil e também serão aquelas com levarão mais tempo para ter alguma ocupação de emprego formal.

Sistema CNDL

Av. Getúlio Vargas, 985 - Centro
Divinópolis - MG | (37) 3229-7200

Funcionamento
Segunda a sexta-feira, das 8h às 18h30.

Logo CDL Divinópolis