Vagas temporárias vão crescer 87,5% em MG neste ano


Publicado em 14 de Outubro de 2021. - Atualizado em 14 de Outubro de 2021 às 14:53.

TAG's: vagas, temporarias, crescer, neste

As vagas serão tanto para o setor de serviços como o comércio varejista, bares, restaurantes, entre outros

Faltando pouco mais de dois meses para as comemorações de fim de ano, os setores varejistas e de serviços já vêm se preparando para o principal período de vendas com a contratação de profissionais. Em Minas Gerais, o comércio varejista deve contratar temporariamente cerca de 15.000 trabalhadores, um crescimento de 87,5% em relação ao ano passado, quando foram gerados 8.000 postos de trabalhos, segundo dados da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas do Estado de Minas Gerais (FCDL-MG).

Na avaliação do economista da FCDL-MG, Vinícius Carlos, esses números são positivos para o Estado. “Isso simboliza um alento para quem está na situação de desemprego há muito tempo devido à crise sanitária. Claro que se comparado aos mais de 14 milhões de desempregados que temos atualmente no país parece irrisório, mas já é algo que dá um novo clima para o mercado”, analisa.

Segundo ele, essas vagas serão tanto para o setor de serviços como o comércio varejista, bares, restaurantes, entre outros. O economista também destaca que no período de grandes picos da pandemia, os empresários investiram no e-commerce e, agora, voltam para uma terceira modalidade: o “fisiodigital”. “Esses comerciantes que investiram no digital também apostam na retomada das vendas presenciais”, completa. 

Na capital mineira, a expectativa do Sindicato dos Lojistas do Comércio de Belo Horizonte (Sindilojas-BH) é de que o setor contrate de 1.200 a 1.500 novos trabalhadores temporários. “Essa contratação será maior que no ano passado. Existe um déficit no número de funcionários no comércio. Aqueles lojistas que sobreviveram à crise por conta da pandemia estão com o seus quadros reduzidos em quase metade, ou seja, quem está aberto até hoje dispensou de 40% a 50% do seu quadro funcional. Então, vai haver uma necessidade de contratação temporária”, afirma Nadim Donato, presidente do Sindilojas-BH.

Para a gerente de marketing do Shopping Del Rey, Isabela Moreira, o avanço da vacinação e a chegada do último trimestre do ano, que é um período de aquecimento das vendas, trazem perspectivas positivas para o comércio. “Essa confiança na retomada gradual da atividade econômica tem estimulado os lojistas a reforçarem seu time de vendas. Aqui no Del Rey já identificamos um crescimento na oferta de vagas de trabalho temporário. Alguns lojistas aproveitam o movimento do Dia das Crianças para iniciar as seleções, que devem ser ainda mais frequentes no próximo mês, quando começamos a falar de Black Friday e Natal”, afirma.

Na loja de roupas TNG, do Shopping Cidade, o gerente Maycon Rocha Morato contrata profissionais temporários todos os anos para pegar o período de vendas da Black Friday, Natal e início de janeiro. “Em 2020 fizemos só uma contratação, mas agora, provavelmente, vamos ter duas ou três vagas para a função de caixa e vendedor. As expectativas são boas e mantendo o crescimento nas vendas, com certeza temos que ter pessoas não só temporárias, mas fixas também”, planeja.

Já na loja Toulon, o processo seletivo para a contratação temporária deve começar em novembro. “Já estou recebendo currículos e no início de novembro a gente começa a selecionar e fazer as entrevistas para contratar, no mínimo, umas quatro pessoas. Se a pessoa se sobressair bem nas vendas sempre existe a chance de ficar definitivo na equipe”, diz a gerente Rosemaire Ferreira.

Fonte: Jornal O Tempo

Sistema CNDL

Av. Getúlio Vargas, 985 - Centro
Divinópolis - MG | (37) 3229-7200

Funcionamento
Segunda a sexta-feira, das 8h às 18h30.

Logo CDL Divinópolis